Florais de Bach para animais

A cura através das essências florais, acreditando que os estados mentais são a causa primária da doença. Esse é o princípio dos florais de Bach.  O primeiro método terapêutico baseado nessa teoria surgiu pela década de 30 por um médico britânico chamado Edward Bach.

” Tudo no universo emite uma vibração. O que faz uma coisa ser vermelha são as vibrações que ela emite. As flores também têm uma certa frequência. Se você processa a flor numa essência e ingere essa essência, seu corpo começa a vibrar nessa frequência. Ela começa então a promover a sincronização das células e dos tecidos do seu corpo, fazendo com que vibrem nesse nível.” (Leonardi)

Assim como na homeopatia e na medicina chinesa, os florais tratam também o enfermo e não a enfermidade, isto é, tratar as causas e não somente os efeitos.

Para Bach, a doença é o resultado final de forças atuando longa e profundamente, e mesmo que o tratamento isolado seja aparentemente bem sucedido, isso não passará de um alívio temporário caso a causa real não seja eliminada.

Bach estudou e concluiu que os estados mentais positivos e saudáveis poderiam ser recuperados por energias que se encontram em plantas, árvores, arbustos florescentes e em determinados tipos de água. E assim, encontrou 38 essências florais, que são os remédios de Bach.

Como o princípio do uso de florais refere que a doença inicia no estado mental, o seu uso é guiado basicamente pela personalidade e temperamento do paciente.

Cada uma das 38 essências tem uma característica relacionada com emoções e temperamentos, e deve ser indicada ao paciente de forma que seja semelhante as características do mesmo.

Os florais são produtos não tóxicos, naturais que não resultam em efeitos colaterais e complicados, por isso podem ser usadas em conjunto com outros tipos de terapias. Tanto profissionais como leigos podem fazer uso dela, porém seu uso indiscriminado e incorreto levam a descrença de seu efeito terapêutico. Há que se analisar a essência mais adequada, assim como a quantidade e tempo de administração.

Segue abaixo alguma das essências com o seu uso principal, porém, reforço, que os florais devem ser usados de acordo com as características individuais, para tratar o animal e não apenas sua doença. Para isso é fundamental uma avaliação completa do paciente para que se chegue a uma ou associação de algumas essências mais indicadas.

Agrimony: animais preocupados, que ficam ansiosos para agradar os donos, que parecem nunca relaxar ou ficar a vontade.

Aspen: animais extremamente medrosos e assustados, que urinam de medo.

Beech: animais que se irritam ou se aborrecem facilmente, não toleram mudanças.

Centaury: seguem o dono o tempo todo, lambe o dono constantemente, animais muito submissos.

Cherry Plum: animais com comportamento imprevisível, nervosos, que se automutilam.

Chicory: animais superprotetores, que não deixam que outros animais tenham a atenção de ninguém, que não perdem o dono de vista.

Clematis: animais desatentos, apáticos, preguiçosos.

Heather: animais que rogam por atenção, são barulhentos, inoportunos.

Mimulus: trata o medo de coisas conhecidas, timidez, distúrbios cardíacos.

Olive: animais fracos, anêmicos, para revitalização de animais geriátricos.

Vine: trata o temperamento dominador, territorialista.  

Deve-se levar em conta influências do meio, sobretudo dos proprietários sobre o animal, pois devido ao vínculo cada vez maior que possuímos com os cães e gatos, esses se tornam totalmente influenciados por nós, mascarando ou comprometendo seu temperamento.

É necessário que se avalie e atenda a verdadeira necessidade DO ANIMAL.

O uso dos florais permite resgatar o equilíbrio e a harmonia da verdadeira natureza dos animais, trazendo assim a cura de doenças e distúrbios resultantes da distorção que o ser humano faça dessa natureza.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s